A solução do Guarda Móveis contra a enchente.

As grandes cidades brasileiras têm vários problemas em comum. Falta de moradia, violência, transito, educação deficitária, são alguns de inúmeros que podem ser citados. Contudo, um dos fatos que mais entristecem e irritam boa parte do país são as famosas enchentes. Na região sudeste, elas ocorrem no verão, enquanto no sul e nordeste são no inverno.

Porém, independente da época que as grandes trovoadas caem, boa parte das cidades nacionais não estão preparadas para absorver o grande volume de água, transformando algo bom num verdadeiro inferno. Vários alagamentos podem ser constatados em centenas de regiões do país, principalmente em São Paulo, a segunda maior população municipal do planeta.

Os estragos após uma inundação na maior cidade do país são gigantes. Perda de bens, destruição de casas e até mortes ocorrem. Contudo, existem algumas entidades que buscam diminuir essa dor, armazenando os poucos bens que possam sobrar de uma catástrofe como essa, enquanto a família busca uma casa. Um exemplo de boa localização para tais exemplos é o guarda móveis.

Enchente, uma resposta da natureza ao avanço irregular humano.

Várias empresas do ramo imobiliário, observando os frequentes problemas existentes nesse meio, começaram a desenvolver estratégias que visa diminuir a angustia de famílias por conta das enchentes. Muitos cidadãos veem suas vidas sendo destruídas por conta de um alagamento. As justificativas para esse acontecimento são inúmeras.

Ruas esburacadas, bueiros entupidos, lixo acumulado em esquinas, pouco escoamento de água, baixo índice de arvores bem cuidadas, desequilíbrio ambiental são algumas das várias justificativas que envolvem a construção do transtorno. Para bairros mais periféricos, localizados em regiões de vale, a dor é pior, pois qualquer tipo de chuva acarreta em graves prejuízos.

O setor privado a frente do poder público.

Boa parte das famílias que perdem suas moradias, ficam sem lugar para morar e armazenar o pouco dos bens que sobraram. As gestões públicas, irresponsavelmente, não fazem absolutamente nada, referente a tratativa das vítimas de uma enchente. Algumas pessoas questionam do porquê que algumas prefeituras não concedem sequer um guarda móveis para alocar os objetos da casa.

Se o poder público não faz, as empresas privadas fazem. Já existem vários galpões espalhados em todo o país que servem para fazer esse tipo de armazenamento. Os espaços são amplos, bem refrigerados e seguros. Eles servem como uma espécie de “cofre” para a garantia e zelo de qualquer móvel.

Agir com inteligência é ser amigo do próximo.

Em suma, a pratica do guarda móveis vem sendo usada cada dia mais, ao ponto de alguns galpões não suportarem mais tantos materiais estocados. Empresas de logística e mudança são as responsáveis por gerir esses espaços, na maioria das vezes. Dependendo do caso, elas até cedem o espaço por valores baixos e condições que deixe qualquer família um pouco mais feliz após desastres como esse.

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply

Artigos Blog