Primeiros exames fundamentais para os bebês

A chegada de um bebê é um momento especial para qualquer papai ou mamãe. Muda a nossa vida e contagia a família. Mas já nas primeiras horas de vida de um bebê, logo pequeno organismo enfrenta as primeiras batalhas contra vírus, bactérias e fungos. Por isso, há muitas outras preocupações que vão além de roupas, acessórios e até o enxoval de bebê,

Por isso, hospitais e maternidades precisam oferecer, de acordo com instruções e alguns casos obrigações do Ministério da Saúde, seis exames fundamentais. São eles:

Teste do pezinho

Esse já é famoso, pois é realizado já faz algum tempo no Brasil. Deve ser feito em até 48 horas após o nascimento. O objetivo é detectar hipotireoidismo congênito (deficiência na produção de hormônios da tireoide que pode afetar o desenvolvimento da criança ou levar ao retardo mental), fibrose cística (doença hereditária que pode gerar acúmulo de muco nos pulmões e no pâncreas, podendo levar à morte), hemoglobinopatias (doenças de sangue, como a anemia falciforme).

Teste do pezinho ampliado

Esse exame ainda é pouco conhecido pela população. O objetivo é identificar mais de 30 doenças, desde problemas genéticos e metabólicos até doenças infecciosas como a toxoplasmose. Também é feito até 48 horas após o nascimento.

Basicamente junta-se os pés do bebê para ver se estão com tamanhos iguais. Caso contrário, algum problema sério de saúde pode apresentar.

Tipo sanguíneo

Também é recomendado fazer até 48 horas após o nascimento. O objetivo é saber qual é o tipo de sangue para caso de emergência.

Teste da orelha

Esse exame é totalmente obrigatório em hospitais. Tem como objetivo detectar precocemente problema de surdez. o pediatra coloca um aparelho similar a um fone de ouvido na criança ligado a um equipamento que produz estímulos inaudíveis que identificam traços de surdez.

Teste do olho

Esse exame não é obrigatório em hospitais, mas é sempre importante questionar o hospital ou maternidade para a realização desse exame. Tem como objetivo detectar alterações oculares, como a catarata, que podem levar à cegueira.

Teste do coração

Também não é obrigatório, mas se possível, quanto antes procurar um médico cardiologista, melhor. O objetivo é detectar problemas cardíacos diversos, principalmente problemas nas válvulas cardíacas.

Um aparelho de pressão chamado oxímetro é colocado em dois membros do bebê para avaliar a oxigenação do sangue. Se o equipamento apontar diferença entre um e outro, a criança pode ter algum problema cardíaco e, assim, outros exames são solicitados.

Por isso, além de se preocupar com as roupas, acessórios e enxoval de bebê, é muito importante os papais manterem a prevenção à saúde do bebê com as vacinas em dia e realizar todos os exames previstos pelos médicos.

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply

Artigos Blog