Novos aparelhos, como a câmera intra oral, muda o mundo dentário.

O olho é um dos componentes do corpo mais importantes do mundo. A maioria sabe que através dele observamos tudo que está ao nosso redor. Contudo, a visão humana, muitas vezes, não chega a conseguir realizar observações minuciosas de um corpo ou espaço, mostrando que ela tem suas limitações, mesmo sendo tão importante para a coordenação do ser humano.

Durante o passar dos séculos, vários adventos foram criados, buscando decifrar mistérios sobre o significado de microrganismos, bactérias e até objetos de menor tamanho. Adventos como o telescópio, binóculo foram muito usados, como são até hoje. Mas a tecnologia avançou, e junto com ela novos aparelhos foram sendo criados, com mais riqueza nos detalhes de sua concepção.

Um dos exemplos de maior avanço no meio foi a criação da câmera. Muitos fazem alusão desse objeto a televisão. Porém, desde o início, ela foi usada em vários segmentos, que passava desde segurança até processos cirúrgicos. Falando nisso, foi na medicina onde o objeto teve maior aceitação no uso, pois ele foi adaptado para as mais diversas atividades.

Entre as várias áreas médicas, podemos citar a odontologia como uma das beneficiadas. Aparelhos, como a câmera intra oral ajudaram dentistas a observarem problemas como caries, gengivites, apodrecimento da raiz dentária, entre outros pontos.

Antes da câmera, o paciente tinha que confiar era no olho do doutor.

Quando uma pessoa sente dor no dente, uma série de teorias começam a ser pensadas para o problema. Comer doce demais, escovar pouco os dentes são os principais citados. Na maioria dos casos, a pessoa busca tomar algum remédio, visando sanar a dor de forma imediata, tudo para não ir a um dentista. Alguns chegam até a ter trauma do especialista.

Todavia, após o primeiro passo não dar certo, obrigatoriamente a pessoa o procura. Após chegar ao local, o paciente visa sair de lá curado em uma aparição somente. Mas, a maioria dos casos requerem um tratamento bem maior e longo, o que vai pedir cuidados específicos, tanto do dentista, como da pessoa.

Em muitos consultórios, a falta de aparelhagem é notória. Muitos exames são feitos na base do “olhometro”, sendo que a maioria é errado, prejudicando no tratamento e causando maiores prejuízos ao cliente. Mas esse quadro vem mudando ultimamente.

Buscar melhorar é avançar no tempo, e a odontologia viu isso no Brasil.

As exigências por bons recintos odontológicos fizeram que várias empresas investissem altas quantias financeiras visando a modernização dos lugares. Compra de aparelhos, como armário odontológico, câmera intra oral são alguns exemplos desse avanço.

Fora isso, a busca por melhores profissionais trouxe maiores níveis de confiança ao paciente. Muitos reclamam os altos valores que muitos dentistas cobram em suas consultas. Contudo, boa parte reitera que, num momento de aperto e fortes dores, é valido pagar os valores que a classe pede.

Quanto mais dados empíricos existirem para um caso, melhor será tua resolução.

Portanto, o avanço clinico odontológico no Brasil tem como motivos principais a pressão da sociedade por melhores serviços. Durante muito tempo, os tratamentos eram feitos sem muita assepsia, baseando-se somente no olhar do profissional. Hoje, com a ajuda de aparelhos, como a câmera intra oral, o detalhamento do problema e os passos seguintes do tratamento podem ser dados com maior ênfase e confiança.

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply

Artigos Blog