Ajuda para saber como “chutar” certo em provas de concursos

 

Vale lembrar que o correto é que o candidato esteja sempre preparado para responder todas as questões conscientemente e adequadamente para nunca precise chutar, porém, quase sempre tem uma ou outra opção na questão que o candidato não faz a menor ideia de qual resposta é a certa, nesses casos a alternativa restante é chutar a resposta da questão.

Para isso se o candidato souber algumas técnicas que podem ser importante, pode acabar aumentando bastante sua probabilidade de acertar essas questões no chute:

1º Dica – Eliminação
Inicialmente o candidato deve verificar se existe alguma questão com uma resposta errada ou visivelmente absurda, pode parecer simples, mas isso aumenta drasticamente a sua probabilidade de acertar. Por exemplo: em uma questão com 5 alternativas, a probabilidade de acerto é de 20%, caso seja eliminado uma alternativa a probabilidade aumenta para 25%.

2º Dica – Repetição
Certifique-se há respostas que se repetem, caso existam, estas tendem a ser as corretas. Por exemplo:
A) Cachorro e Cavalo
B) Vaca e Gato
C) Gato e Cachorro
D) Gato e Macaco
E) Cachorro e Macaco
Perceba que as palavras Gato e Cachorro aparecem mais vezes em todas as alternativas, então provavelmente a resposta correta é a C, pois contém as palavras mais citadas.

3º Dica – Semelhança
Na maioria das vezes o examinador tende a tentar confundir o candidato colocando alternativas parecidas ou próximas da resposta correta. Com isso as alternativas que são muito semelhantes a outras provavelmente conterão a alternativa correta. Por exemplo:
A) 10,8
B) 15,2
C) 15,5
D) 18,2
E) 20,5
Nesse caso a alternativa B é semelhante ou próxima da C, então provavelmente uma das duas é a correta.

4º Dica – Generalização
Desconfie de toda opção que generaliza um certo assunto, aqui vale a máxima que toda regra tem a sua exceção, quando houver alternativas desse tipo elas tem maior probabilidade de estarem erradas. Segue alguns exemplos de palavras que generalizam assuntos: nunca, jamais, sempre, completamente, incondicional, ninguém, todos, definitivamente e total.

5º Dica – Distribuição
Essa dica não é tão boa quanto as primeiras, mas pode ajudar em alguns casos. Estatisticamente, a banca examinadora tende a distribuir igualmente as respostas conforme a quantidade de alternativas e questões da prova. Por exemplo, se cada questão contém 5 alternativas e a prova contém 50 questões, provavelmente o examinador colocará 10 alternativas A, 10 B, 10 C, 10 D e 10 E. Então, quando for arriscar, vale a pena contar quantas respostas já foram assinaladas para cada alternativa, a que tiver menos respostas deve ser o palpite. Contudo caso tenha muitas respostas erradas na prova, essa dica não funcionará bem.

Essas 5 dicas são comprovadamente eficientes, pois quando são aplicadas, aumentam muito a probabilidade de acertos ao invés de chutar a resposta sem nenhum critério.

As próximas duas dicas não são baseadas em fundamentos estatísticos comprovados, mas existem diversos boatos que elas também funcionam:

6º Dica – Letra A
Muito se diz que o examinador que está elaborando a questão prefere não colocar a resposta na primeira alternativa pois dá a impressão que está facilitando muito a vida do candidato, então segundo essa teoria na desconfiança não chute na A.

7º Dica – Letra C
Ao contrário da letra A, falam que geralmente o examinador tem a tendência de colocar mais respostas na alternativa C, então na dúvida  pode-se  optar por ela.

Além disso,  os mais religiosos e supersticiosos acreditam que a letra C, por ser a primeira letra de Cristo, pode ajudar a quem precisa e merece.

Boa sorte em sua prova de concurso público

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply

Artigos Blog