Diferença entra taxas de Juros Pré e Pós fixadas

Existe uma dúvida recorrente para quem procura fazer um empréstimo ou uma aplicação financeira que é a diferença entre juros Pré-fixado e juros Pós-fixado. Essa dúvida se acentua em casos de empréstimos com prazos mais longos porque fica difícil calcular o valor final acrescido dos juros.

Aqui você vai descobrir tudo que que precisa saber para escolher a melhor opção na hora de fazer seu empréstimo, vai entender as diferenças entre pré-fixado e pós-fixado de uma maneira clara e objetiva.

Começaremos com a Taxa de juros Pré-fixada, que é bem simples, ela consiste de taxas que são previamente definidas na data da contratação do empréstimo ou aplicação financeira. Estará discriminado no ato o valor exato das taxas cobradas em todas as parcelas sem sofrer qualquer tipo de alteração durante a duração do contrato pré estabelecido, isso quer dizer que nunca vai ter nenhum acréscimo independente de de altas nas taxas básicas de juros.

Já as Taxas de juros Pós-fixadas são quase sempre uma aposta. Elas estão vinculadas a índices de inflação como o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) que é medido mensalmente pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Em outras palavras, as parcelas podem sofrer acréscimos devido a alta da inflação que já não é mais novidade. Toda e qualquer flutuação econômica pode e quase certamente irá alterar o valor das taxas de juros embutidas no valor das parcelas.

No caso do financiamento imobiliário, por exemplo, é comum que a taxa de juros pós-fixada esteja relacionada à TR – Taxa Referencial de Juros, que serve de base à remuneração das cadernetas de poupança.

Mas isso não quer dizer que é sempre mau negócio fazer um empréstimo com taxas de juros Pós-fixadas, conheça agora umas dicas para saber qual melhor opção para você.

A falta de previsibilidade nos juros Pós-fixados acarreta em valores mais baixos das parcelas no momento da contratação, isso pode ser vantajoso para um empréstimo mais curto. Mas como não é possível prever o mercado futuro ele não é aconselhável para empréstimos de longo prazo, nesses casos de economia instável é aconselhável pagar um pouco a mais logo no começo mas saber exatamente o valor do débito durante todo o contrato.

Para saber mais sobre financiamentos de veículos acesse: www.veiculosfinanciamento.com

Adoraríamos ver seus comentários

Comente/Avalie

Artigos Blog